Salvem os cavalos mal tratados do Algarve

  • by: mafalda Aguilar
  • recipient: Presidente da Camara Municipal de Lagoa, Veterinários Municipais, publico em geral
A Câmara de Lagoa já enviou queixas, acompanhadas de vários relatórios técnicos de saúde pública, para as entidades com jurisdição na matéria, sobre a situação de cerca de três dezenas de cavalos ao abandono e quase mortos de fome num terreno a norte da cidade, perto da Escola Secundária e da Via do Infante.

A situação destes cavalos, que pertencem a um morador lagoense de nome António José Vieira Félix, é «recorrente», diz a autarquia, sendo que, desde há anos que várias pessoas e entidades tentam resolver o caso dos cavalos deixados a morrer, mas a questão repete-se.

O caso voltou nos últimos dias às bocas do mundo, sobretudo através das redes sociais, onde diversas pessoas partilharam fotos dos cavalos magros e abandonados.

Em comunicado, a Câmara de Lagoa admite que os animais estarão a «passar fome por estarem muito tempo amarrados em “rédea curta” e sofrendo a inclemência do tempo quente, sem água por perto e ausência de ração».

Para tentar acelerar o processo de resgate, alguns protetores dos animais ainda pensaram em tentar negociar um preço com o “dono” dos cavalos que, de acordo com os habitantes locais, «se tem vindo há anos a aproveitar da situação e da sensibilidade das pessoas, para pedir avultadas quantias monetárias pela liberdade de cada um dos animais».
Sign Petition
Sign Petition
You have JavaScript disabled. Without it, our site might not function properly.

See our privacy policy.

By signing, you accept Care2's terms of service and agree to receive communications about our campaigns through email and other methods. You can unsub at any time here.

Having problems signing this? Let us know.